sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Mensagem de Despedida de Yeshua




Saudações a toda a Família da Luz!

Este post está sendo preparado há meses. Foi a canalização feita na Celebração do Portal 999 em 09 de Setembro de 2016, meses atrás. 
Estou esperando o momento em que a energia contida nestas palavras possam ser compreendidas e recebidas com carinho e verdade... e acho que estamos nele.

O Portal 999 fechou a Era de Peixes na Humanidade ( que tem o tempo diferente do Cosmo, e geralmente mais lenta para chegar à compreensão). 
Foi um momento extraordinário e único. A Energia planetária nunca mais será a mesma. A mudança foi permanente.

Como o Mestre Yeshua mesmo disse, poucos pontos planetários estão prontos para receber as informações que estão passadas aqui. Mas acredito que a cada ciclo, elas se tornarão, como diz Mestra Maria Madalena... "simplesmente Verdade". 
Ofereço a todos vocês para que possam ter o Primeiro Natal da Nova Energia. 
Será diferente, e aqui talvez vocês compreendam melhor o motivo.

Descrevi toda a celebração, inclusive com notas minhas para que fosse compreendida da melhor forma, mesmo sabendo que nunca poderia colocar aqui a emoção que sentimos no momento, mas espero que a sintam de alguma forma.

Depois da canalização de Yeshua, Mestre Adamus Saint Germain nos deu Boas Vindas na Sua energia, assumindo o posto de Maha Chohan Planetário (Mestre Energético da Era) mas colocarei em outro Post, por achar muito extenso todo o material e muita energia a ser assimilada. 
Assim dividi o Portal 999 em dois Posts. 

Deixo vocês com as palavras do Mestre...
Grandes Luzes a todos!

"Saudações, aos Homens e Mulheres de Boa Vontade, de coração puro e consciência limpa.
A Gratidão que nos envolve neste momento é a Gratidão à vida transcorrida, é da lágrima, do sorriso, é da ilusão que se foi, é da Verdade que se mostra rasgada, mas que é necessária neste momento e para todo o sempre.
Neste momento muitos e muitos irmãos e irmãs se juntam com a intenção de colocar para dentro de si tudo que é oferecido neste grande Portal 999.

Fechem os olhos e sintam o que está sendo oferecido.
O que se oferece é tudo aquilo que se buscou. Não tem nome, não tem nenhum nome, é apenas TUDO o que você busca.
(alguns minutos de silêncio e respiração consciente)

Hoje, eu completo uma caminhada extraordinária, uma caminhada começada há muito tempo atrás, muito antes de nascer e ter um nome na Terra, e hoje este momento é de glória, este momento é de alegria, este momento é de plenitude.
Muitos hoje se reúnem em volta do novo, da renovação, e hoje aqui eu vejo... Há novos e há antigos. Eu peço que vocês lentamente abram seus olhos e olhem uns para os outros...

(Yeshua espera todos os presentes abrirem os olhos)

É lindo não é? Não é lindo ver você no outro? Não é lindo ver o seu Amor no outro? É isso que estamos hoje celebrando, este Amor que brilhou no seu coração, no seu olhar agora. Se isso acontecesse com apenas um ser humano, eu já seria pleno. E sentir tantos conseguindo se olhar desta forma, é a maior Alegria que qualquer ser em busca da Luz pode obter.
Há jovens, antigos, há muitos novos e cristalinos, há tantos e tão perfeitos, tão lindos e tão amados.
Eu me lembro de quando eram todos pequenas crianças, e eu dizia “Vinde a mim”, todos eram crianças. Mestres crianças que não sabiam que tinham Amor, e precisaram lutar e sofrer para merecer que já era deles. Mas todos já eram completamente perfeitos e não sabiam ainda: Vocês, perfeitos!
Perfeitos como uma semente guardada em seu coração, esta semente única, iluminada, esta semente que precisou de tantos anos para ser descascada, elaborada, para ser vista. Tem consciência? Você tem a consciência da sua semente de Luz?
Entre tantos conhecimentos que nos são ofertados, nós só precisamos saber Quem Somos. Apenas isso.
Eu sinto gratidão por estar aqui hoje neste chão com a oportunidade de fechar o que foi aberto há tanto tempo atrás. Eu preciso dizer para vocês: em meio a centenas, a milhares de grupos que hoje trabalham e abrem suas portas a Mestre Adamus, seu Saint Germain, canalizando a Nova Energia com alegria a Amor – e é o que nós viemos fazer aqui também – hoje nós temos apenas 12 lugares em todo este Planeta onde eu pude vir para me despedir com integridade e transparência, apesar de ser invocado em tantos pontos existentes. Isso acontece porque muitos não aceitam que a antiga egrégora se desfaça de forma harmônica, não compreendem ainda.
Mas eu tenho muita gratidão por cada um destes 12 pontos, porque cada um destes lugares reúne irmãos que estavam comigo quando o verbo se fez carne, irmãos que andaram na areia, que sofreram, mas que acreditaram que o Amor era possível mesmo naquele mundo da Humanidade Cruel, iludida, aquela Humanidade dura, que buscava saber, mas ainda não sabia sentir.
E hoje, estes irmãos vieram, e prepararam novamente, durante a sua vida inteira, a energia para este momento. E eu os saúdo.
E saúdo também vocês irmãos novos ou velhos que chegam com esta energia vibrante da Nova Verdade, esta energia do Amor e do Agora, dizendo “Sejamos Felizes, não choremos mais!”. E eu vos digo... “Não choremos mais, porque já choramos antes”... tivemos que aprender como foi necessário, mesmo que hoje não faça muito sentido estas lágrimas. A lágrima purificou o coração cansado, arrogante e iludido, e agora ele pode sorrir com liberdade. 
As ilusões todas criadas no caminho para este momento de Agora não importam mais, nada disso importa. A vida Hoje é resultado da Gratidão pelo Trabalho do Ontem, sim, mas muito mais da Confiança no Amanhã que traz a Paz no Agora.

Em toda estrutura desta Terra amada, muitos e muitos vieram e muitos ainda virão para a Mestria, e é esta energia que hoje brilha no olhar de vocês... ahh... o olhar de vocês...é tão lindo, tão lindo. Porque vocês e Eu somos UM SÓ. E eu sei o que vocês sentem, pra todo sempre.
Eu agradeço o acolhimento no coração e na alma de cada um, em cada vida passada, em cada estrutura quebrada, em cada palavra defendida, em cada história vivida com tantas complicações, apenas para deixar o Amor entrar.
Vocês são o motivo da existência da missão de tantos Mestres que olham para este planeta. 
O planeta azul da ponta da galáxia, tão pequenininho, mas tão perfeito, o planeta que um dia Sanat Kumara com tanto Amor trouxe para dentro do seu chakra cardíaco e carregou inteirinho lá dentro até que houvesse o Fogo, o Fogo Espiritual do Planeta flamejando por si só.
E por causa disso vocês são todos filhos deste Fogo, vocês são todos Kumara de alguma forma, vocês são todos Filhos do Amor de Kumara, nunca se esqueçam disso: todos vocês são filhos do Amor – de Sanat Kumara e de Vênus. Vocês são filhos de Pai e Mãe. E hoje a Mãe é recebida.
Eu vim a vocês e falava de Caridade, Fraternidade e Respeito, porque era o que se entendia naquela época sombria. Hoje eu acho que dizer Amor apenas já basta, não é? “Amor” basta.
Então eu preciso hoje, no momento em que entrego com todo Amor a Energia a Adamus, eu preciso que vocês guardem em suas mentes e em seus corações algumas palavras.
Por favor, podem me passar o pão? Podem me passar o vinho? Podem trazê-los até mim?

(Yeshua recebe o pão e a jarra de vinho nas suas mãos e os deposita à sua frente)

O que quero dizer a vocês é algo que eu já disse, mas não foi gravado de forma real. Muitos, muitos que estudaram já sabem, mas eu preciso dizer para que vocês guardem, e nunca mais, nunca mais esqueçam disso.

Gratidão. (Yeshua pega o pão e o vinho)

Existe algo que todo ser que galga a Mestria precisa saber. É que todos podem criar o que querem, o que precisam, o que sonham em qualquer nível da matéria.
O que eu preciso dizer a vocês é que todos podem usar a matéria para criar matéria. Este pão é matéria, apenas o pão, mas quando você aproxima da sua própria cristandade, o Crístico, a força cristalina dentro de vocês, exaltam a sua Divindade e trazem para esta matéria todo o poder que ela pode conter na sua essência atômica – você criou um milagre. Este é o meu corpo, É o meu corpo, esta é a matéria que se torna Sagrada.
Eu nunca pedi que fizessem isso em minha memória. Eu pedi que fizessem na sua própria Cristandade, eu pedi que vocês passassem a usar a sua energia Crística e abençoassem seus alimentos, suas casas, suas roupas, a água, suas palavras. Abençoando algo, o tornando Sagrado, e distribuindo, nós canalizamos a energia mais pura que existe e alimentamos o corpo físico e o corpo de Luz. 
Eu quero que nunca mais se esqueçam disso, porque a partir de hoje, qualquer lugar, crença ou seita, onde um faça isso em Minha Memória, eu não estarei mais lá. Porque hoje o Cristo é cada um de vocês. A Comunhão é de você consigo mesmo e a Luz.

Eu retiro minha aura do planeta como Maha Chohan com enorme Gratidão, e digo que cada um que usar Meu Nome equivocadamente, agora, não poderá ter mais a Compaixão da minha aura sobre sua ignorância. Este tempo se findou. Cada ser está entregue à própria Verdade e Justiça.
Esta é a forma que a Ordem do Universo simplesmente funciona. E eu quis trazer para vocês estas palavras para quando pessoas e idéias se quebrarem, vocês saibam que eu não estou mais lá.

(o pão é dividido, um pedaço para cada um presente)
Eu quero que vocês recebam este pedaço, acolham em suas mãos.
(Yeshua pega o vinho)

Bom, eu preciso dizer que foi o vinho, porque era o vinho. Se tivesse apenas água, água seria. (risos) Há tantas idéias e explicações sobre isso, e me desculpem, estas respostas não existem. O vinho apenas ficou consagrado pela egrégora humana, desde então. Apenas isso. Era o liquido que existia. E hoje eu aceito, como aceito todas as águas que vocês trouxeram hoje, que sejam todas elas imantadas na Luz Divina da mesma forma. E que sejam as águas do planeta, de suas casas, de suas lágrimas, que sejam de alegria.
A energia trazida é a energia do Espírito, e talvez tenha sido bom ter sido o vinho, por se aproximar da cor do sangue, e o sangue é o Espírito no corpo humano, é ele que absorve o que vamos canalizar aqui. Mas isso não tem a ver com sacrifício, morte ou dor, isto tem a ver com vida, com Amor. O Fogo do Espírito é passado para esta bebida, o Fogo não do meu Espírito, mas do Espírito Cósmico de Luz.
E é assim que nós abençoamos o que comemos e bebemos, não é um ritual para ser feito em horas solenes, é algo para ser feito todos os dias, quando vocês se alimentam, ou cozinham o alimento dos seus filhos. Não façam isso em minha memória, façam porque vocês se amam e merecem comer e beber Luz a todo instante, e alimentar todos os seus corpos neste alimento.
Que a luz Crística de cada um de vocês seja desperta... Eu peço que vocês se concentrem de olhos fechados, com tranqüilidade, centrem nos seus corações, este que pulsa forte neste momento. Pensa, sinta, o enorme ser que existe aí dentro em Luz.
(todos se concentram)

Entre na energia desta Luz – o Fogo Sagrado de todos Kumaras, o Fogo da Grande Mãe/Pai.
Acordamos o nosso próprio Fogo Sagrado e trazemos para este ser líquido a energia do Amor. 

(Yeshua levanta a jarra ao cardíaco e depois acima de sua cabeça. Repousa a jarra e pega o pão.)

Agora abençoe seu pão. Peça para que este pedaço de pão alimente todo o seu Ser, canalize a energia do universo e da Terra para esta matéria e diga para vc mesmo: “Eu Sou Luz Cristalina, Eu sou Cuz cristalina, Eu Sou Luz Cristalina.”
Todos vocês tem seu pedaços de pão? Sejam abençoados por vocês mesmos. Coloquem para dentro de vocês com carinho e gratidão. Em Comunhão. Fazei isto pela sua própria Luz.

(Todos levam seus pedaços de pão à boca e depois erguem seus copos de vinho)
E que este vinho também os preencha, em espírito e em alma. Luz, Caridade, Respeito e Alegria. Por toda a eternidade.
(Todos bebem)

Eu agradeço. Quero que olhem uns para os outros e se agradeçam. Há um momento agora. O seu momento. Vocês deixaram de ser as pequenas crianças, e agora são Jovens Mestres, aprendendo a tropeçar (risos), mas a caminhar mais firmes e sozinhos.

A vida é uma eterna brincadeira. É uma roda como esta, onde pessoas se juntam para dizer coisas, viver coisas, criar coisas, ela não é sempre tão séria assim. Há muito a conhecer, eu sei, a estudar, mas há tanto tempo para fazê-lo... enquanto aprendem, brinquem de viver, esqueçam da dor.

EU SOU Yeshua, filho de Maria de Sírius, Senhor Amado de Magdala Minha, e peço agora que vocês sigam seus caminhos em Luz.

Que olhem a Cruz apenas como a União do Céu e da Terra e a de todos nós.  (Yeshua abre os braços em Cruz, em abraço a todos). Isso vocês podem fazer em minha memória.

Eu volto e descanso. 
E entrego à Magdala o caminho da Chama Magenta, que é o Caminho do Feminino Maior, e peço que vocês aceitem todas as Novas Chamas e os Novos Mestres nestes anos que virão, com o mesmo Amor que eu fui aceito.
Sejam a Luz que vocês já tem. Eu sempre disse “em verdade”, pois esta é a única que cura e cria.
Pois em verdade, eu vos digo: é extraordinário ser Humano e ser Divino.

Gratidão. "



E assim o Mestre se despediu...

Meus queridos...

O que dizer sobre Yeshua que ainda não foi dito? 
Durante milênios segui sua aura e sua missão com Amor transbordante e Devoção.
Yeshua veio à uma sociedade de coração fechado, que havia esquecido o Amor. Foram muitos milênios de ilusão e dor antes dele.
Seu coração é tão grande, tão maravilhoso, que não há como tocá-lo e não se comover.
Yeshua fala de respeito, de fraternidade, de igualdade. Ele traz todos os preceitos necessários para que esta Nova Energia pudesse vir a tona neste final de Era. 
Seu trabalho não era despertar a Humanidade, mas sim acalmá-la, curá-la, para que ela pudesse receber a Liberdade e a Verdade com saúde e sabedoria no Despertar de Agora.
Sei que hoje poucos compreendem Yeshua realmente. Sua imagem foi deturpada, usada de tantas formas confusas que realmente a Verdade só pode ser instalada com Sua partida. 
Mas o Cristo não vai. O Cristo é a energia Cristalina que despertamos DENTRO de nós. Foi isso que Yeshua quis fazer... despertar Nosso Cristo Interno em Amor. E fez por séculos.
Nosso Cristo pessoal toma agora a aura planetária para si na Grade Cristalina do Planeta e se responsabiliza pelo Amor na Terra. Somos Mestres de Amor agora.
E tudo que podemos fazer neste Natal é reverenciar por uns minutos o Mestre que fez brotar este Amor.
E depois vamos ao Novo. 
Pura Roda da Vida. 

4 comentários:

  1. Carla Maria Panizza de Andrade31 de dezembro de 2016 01:10

    Maravilhoso. Obrigada por nos presentear com esse ramalhete de palavras iluminadas; que falo por mim, não conseguiria nem de longe enxergar sozinha, passaria. Gratidão, sempre gratidão...

    ResponderExcluir
  2. Amada, não há palavras para agradecer o momento vivido nesse dia. Foram tantas emoções e sensações que nosso vocabulário é escasso para expressá-las.
    Que possamos cada vez mais estar juntos nesse caminhar.
    Fica aqui o agradecimento de coração para coração.
    Um beijo na sua Alma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo... Compartilhar Luz é algo que faremos cada vez mais e mais... E sempre com alegria se for ao teu lado!
      Beijo enorme em Luz

      Excluir

Obrigada por unir nossas idéias através de seu retorno!